sábado, 21 de abril de 2012




POR QUE PODEMOS ACREDITAR QUE OS EUA TEM A MAIOR INFLUÊNCIA DESSE MOVIMENTO?
Agora observe a reprodução da nota de um dólar
Nela está impresso o Grande Selo dos Estados Unidos que contém o desenho dessa pirâmide ocultista da Maçonaria. Veja melhor esse detalhe ampliado:
Acima do olho de Lúcifer está escrito em latim: ANNUIT COEPTIS, que significa: “Ele tem favorecido nossos empreendimentos”. Aqui há dois pontos a considerar. “Ele” é um pronome pessoal indefinido, muito vago; podendo ser qualquer pessoa. Como ao lado do Grande Selo existe escrita a frase: IN GOD WE TRUST ( Em Deus Nós Confiamos) podemos ser levados a crer que “Ele” é Deus. Mas como logo abaixo entre ANNUIT COEPTIS está o triângulo com o olho de Lúcifer ( mais um dos símbolos Maçônicos), e também sabemos que o deus da Maçonaria não e o mesmo Deus de Abraão, de Isaque e de Jacó. Não nos deixa dúvidas de que o sentido literal é: “Ele (Lúcifer) tem favorecido nossos empreendimentos”. O segundo ponto a considerar aqui é que a grande maioria dos maçons crê que está associado a uma organização que lhe permitirá obter sucesso e vantagens financeiras em seus negócios e empreendimentos, e, para isso, não medem esforços, submetendo-se a todo tipo de ritual que o credo maçônico recomenda para alcançar os objetivos desejados. Daí o sentido literal: “Lúcifer abençoa os nossos negócios”.
Analisemos, agora, a outra frase escrita em latim abaixo da pirâmide maçônica. Ela diz: NOVUS ORDO SECLORUM, que significa NOVA ORDEM MUNDIAL.
O que faz um símbolo maçônico no dinheiro da maior nação democrática do mundo?
Conforme afirmamos antes, nada menos do que treze ex-presidentes americanos eram destacados membros da Maçonaria. E foi um deles, Franklin Roosevelt, que, em 1933, mandou colocar o Grande Selo Maçônico nas notas de dólar.
Porém, há ainda outros vestígios da presença da Maçonaria nesta mesma nota de um dólar. A outra fase do Grande Selo do Estados Unidos à direita traz o desenho de uma águia segurando um ramo de oliveira numa das garras e um feixe de flechas na outra garra. A águia é um símbolo da Maçonaria que representa audácia, inteligência, perspicácia, conquista e vitória. O ramo de oliveira simboliza paz e o feixe de flechas representa a guerra. Estes dois símbolos nos fazem lembrar da besta que se parece com um cordeiro (paz) mas fala como dragão (guerra), uma nítida referência profética aos EUA em Apocalipse 13:11.
  





Acima da cabeça da águia há ainda treze estrelas de cinco pontas ou pentagramas que são também símbolos maçônicos de Lúcifer. Contudo, se virarmos esta nota de um dólar, veremos do outro lado, ao centro, a figura do herói da independência americana e o primeiro presidente dos EUA, George Washington, um mestre-maçon do 33° grau. Além, disso, à direita há um brasão do Departamento do Tesouro logo abaixo do nome da capital americana, Washington, D.C., impresso na cor verde-claro sob a palavra ONE.

Esse brasão traz outros símbolos da Maçonaria: a balança que representa a justiça ( lembre-se de que este símbolo maçônico está presente nos tribunais e cortes de justiça de quase todo o mundo); um esquadro, que simboliza eqüidade e retidão; e uma chave, que representa os segredos da Maçonaria. (Veja na ilustração).
Reformas feita na Casa Branca, a sede do governo do EUA, revelaram que os tijolos originais da época da construção estão igualmente marcados com símbolos da Maçonaria.
E mais: a capital dos Estado Unidos tem como um de seus pontos turísticos o obelisco do Memorial de George Washington. Obeliscos são comuns em grandes cidades como Rio de Janeiro, São Paulo e outras em todo o mundo. Mais do que uma escultura ou marco, o obelisco é um antigo símbolo fálico adotado pela Maçonaria com intuito de afrontar ao Deus verdadeiro.
Tudo na Maçonaria está impregnado do simbolismo derivado as antigas religiões egípcias, babilônica, hindu e greco-romana dentre outras. Quase todo ensino maçônico é apresentado através dessa simbologia. Símbolos sempre tem um significado, caso contrário não seriam utilizados. O Senhor Deus chama a esses símbolos de abominações em Ezequiel 8:1-18, onde há o relato de idolatria dentro do templo de Deus em que os anciãos de Jerusalém desenhavam símbolos de répteis e outros animais abomináveis que causou “ciúme” e irritação ao Senhor Deus.
O outro ponto predominante na Maçonaria é o número cinco, que dá origem à figura geométrica de cinco lados denominada pentágono, dentro do qual tem origem o pentagrama, a estrela de cinco pontas que é um dos símbolos maçônicos. Dentro do pentágono invertido ( de cabeça para baixo) escreve-se o pentagrama igualmente invertido que se assemelha à cabeça de um bode. Todos estes símbolos são representações de Lúcifer, a Estrela da Alva que caiu do Céu. (Isaías 14:12-14).
O prédio do Ministério da Defesa e do Comando das Força Armadas dos Estados Unidos da América, em Washington, tem a forma exata de um pentágono e, por isso, ficou conhecido pelo nome desse polígono. O edifício do comando militar da maior nação democrática do mundo os EUA tem o formato de um símbolo da Maçonaria. Será isso coincidência?
Dentro dos rituais secretos dessa sociedade ocultista há ainda senhas e sinais que só os iniciados têm conhecimento. São frases, sinais e posturas que, para uma pessoa de fora, nada representam, mas que um maçom identifica prontamente. Um desses sinais ou senhas da Maçonaria é expresso com a mão aberta, espalmada para frente com os cinco dedos estendidos.
A Maçonaria tem ainda uma versão “light” própria para iludir os cristão incautos, como eles mesmos, os maçons, definem suas intenções: “Propagar o Evangelho cristão por meio da simbologia maçônica, ou inversamente, as verdades maçônicas revestidas das alegorias evangélicas” .
As Escrituras Sagradas, porém, nos advertem que o próprio Satanás se transforma em anjo de luz (2 Coríntios 11:14), para enganar, se possível, os próprios eleitos[de Deus]. (Marcos 13:22). É por isso que a Maçonaria está bastante infiltrada nas igrejas evangélicas. Porém, foi na Igreja Mórmon que a Maçonaria deixou suas marcas mais acentuadas, pois Hyrum e Joseph Smith, os fundadores do Mormonismo, eram maçons e introduziram os rituais maçônicos na Igreja Mórmon, com algumas alterações.
Em sua busca pela luz do conhecimento, a Maçonaria revela através dos seus frutos o lado escuro da luz.
A fé cristã e a Maçonaria são mutuamente exclusivas e portanto absolutamente incompatíveis.
“Pois, outrora, éreis trevas, porém, agora, sois luz no Senhor; andai como filhos da luz… E não sejais cúmplices das obras infrutíferas das trevas; antes, porém, reprovai-as.” (Efésios 5:8,11)

OS ILUMINADOS

como Grande Fraternidade Branca, composta de mestres maçons de 33° grau (o grau máximo da Maçonaria).
Os Iluminados estão freqüentemente associados aos movimentos conspiratórios revolucionários e com a idéia de um grande poder que busca dominar o mundo.
Weishaupt era iniciado no Islamismo e usuário da droga Haxixe (palavra que deu origem ao termo assassino em português, porque os fumantes de haxixe ficavam em transe e cometiam crimes de morte sob o efeito da droga). Weishaupt pretendia promover um caos controlado, necessário as mudanças que queria realizar. 0 Reino do Terror que sobreveio a França após a Revolução Francesa de 1789 foi resultado das idéias e ações de Weishaupt. A Revolução FrancesLuz feita de trevas.
Essa organização secreta ocultista foi fundada em 1776, na Baviera, Alemanha, por Adam Weishaupt. Seu nome original era Antigos e Iluminados Videntes da Baviera, mas ficou conhecida apenas como os ILUMINATI que significa Os Iluminados.
Weishaupt introduziu a sua sociedades dos Iluminados na Maçonaria, formando uma elite de super-maçons também conhecida a foi um balão de ensaio, uma experiência do caos induzido e controlado, promovida pelos Iluminados, cuja sede de poder não tem limite (por enquanto).
Os Iluminados são provavelmente a mais poderosa organização secreta da Terra na promoção da Nova Ordem Mundial. Seu poder se evidencia na moeda da maior nação democrática do mundo. Voltemos a ilustração da nota de um dólar, criada pelo presidente Franklin Delano Roosevelt, em 1933. Na base da pirâmide luciferina aparece uma data em algarismos romanos: MDCCLXXVI, ou seja, 1776. Isto poderia nos levar a crer que esta data seja uma referencia a data da independência dos EUA: 4 de julho de 1776, quando, na realidade, a data assinala o ano da fundação da Ordem dos Iluminados: 1776.
A senha maçônica da mão aberta era característica dos ILUMINATI e foi também adotada por Giuseppi Mazzini, um franco-maçom da Itália que fundou uma organização secreta terrorista que ficou famosa em todo mundo pelos seus métodos violentos: a Máfia. 0 próprio nome da Máfia e na realidade um acrostico da frase: Mazzini Autorizza Furti, Incendi, Avvelenamenti, que significa Mazzini autoriza roubos, incêndios e envenenamentos. Um dos símbolos da Máfia e uma mão negra espalmada deixada impressa na parede nos locais dos atentados.
Quando um maçom esta em perigo, basta que levante a mão espalmada e será prontamente socorrido, caso haja nas proximidades outro membro da fraternidade. Nas eleições de 1994, o símbolo da campanha do candidato eleito para a Presidência do Brasil era exatamente uma mão espalmada. Como dissemos antes, grande parte dos senadores, deputados, governadores e políticos em geral são altos membros da Maçonaria . A trama dessa teia é muito maior do que se possa imaginar. A conspiração silenciosa prossegue no seu caminho em direção ao fim de todas as coisas. Enquanto isso, engana e ilude -os incautos com sua falsa luz. A mesma falsa luz das cruzes incendiadas dos fanáticos da Ku Klux Klan, a sociedade secreta fundada no Sul dos EUA após a Guerra Civil (1867) pelo líder da Maçonaria, o Iluminado Albert Pike, com o objetivo de impedir que a abolição da escravatura resultasse em liberdade para os negros. A KKK ficou conhecida pela violência que pregava e praticava contra os negros ate meados da década de 1960, assassinando e queimando suas vitimas em escaladas noturnas de terror e extrema barbárie. Ainda hoje a Ku Klux Klan da sinais de vida, semeando o terror em atos declaradamente racistas.
Para os Iluminados, Lúcifer é deus e Jesus é o imitador. 0 termo ILUMINATI representa a denominação dos adoradores do diabo – e isto eles não revelam – que engloba a Maçonaria, a Rosacruz, os Templários e muitas outras sociedades secretas.
CAVEIRA E OSSOS
Os poderes das trevas.
Criada no século XIX, dentro da Universidade de Yale, a Caveira e Ossos e uma sociedade ocultista altamente secreta formada por uma elite de Iluminados que tem como filosofia a formação de um governo mundial único e absoluto também conhecido como Nova Ordem Mundial.
Seu nome e símbolo são demonstrativos da fonte originadora de seus propósitos: o crânio humano sobre dois ossos cruzados foi usado pelos piratas como símbolo da morte e hoje e visto nos frascos que contem veneno mortal, o mesmo veneno da antiga serpente que se chama diabo e Satanás, o sedutor de todo o mundo. (Apocalipse 12:9)
Um dos líderes dessa sociedade secreta, que possui poucos e seletos membros, é David Rockefeller, um dos banqueiros mais ricos e poderosos do mundo. Em entrevista concedida ao jornal Washington Post de 10/2/88, Rockefeller fez uma declaração a favor de um outro homem: “Esse homem tem o conhecimento, obteve o posto e, como presidente, estará em melhor posição do que qualquer outra pessoa da América para unir o povo americano que acredita que estamos vivendo agora num só mundo e que temos de agir em conjunto”. 0 nome desse homem e George Bush, que durante o tempo em que esteve na vice-presidência dos EUA trabalhou incessantemente pela implantação da Nova Ordem Mundial.
Rockefeller disse que Bush tem o conhecimento. Este termo é o equivalente ao grego GNOSIS e revela que a pessoa é um iniciado nas ciências ocultas que alcançou o mais elevado grau, isto e, o 33° grau da Maçonaria, o que faz de Bush um Iluminado. Rockefeller afirmou ainda que Bush obteve o posto. Nessa época, Bush ainda era vice-presidente, portanto., o posto a que ele se referia certamente era o de membro da Caveira e Ossos.
Em setembro de 1990, discursando na ONU, o presidente George Bush afirmou que “estamos passando para uma Nova Ordem Mundial”. E ele repetiu isso por cinco vezes. Quinze dias depois, no Congresso americano, o presidente Bush afirmou:
“Estamos passando para uma Nova Era e uma Nova Ordem Mundial”
0 jornal Los Angeles Times de 18 de fevereiro de 1991 publicou o discurso de
Bush sobre o Estado da União:
“E uma grande idéia: Uma Nova Ordem Mundial, em que diversas nações se unem numa causa comum… Somente os Estados Unidos tem a posição moral e os meios para respaldá-la.”
Porém, a Nova Ordem Mundial esta destinada ao fracasso, porque esses homens se recusaram a aceitar o Evangelho, e pretendem desafiar a vontade de Deus o nosso Criador.
“Há caminhos que parecem direitos ao homem, mas afinal são caminhos de morte” (Provérbios 16:25).
ROSA CRUZES
Fundada por Christian Rosenkreutz, essa organização surge três séculos após a queda dos Templários.
Em 1614, surgiu um artigo intitulado “Fama Fraternitatis, a Declaração da Digna Ordem da Rósea Cruz”. O conteúdo deste artigo mostra com Christian Rosenkreutz fundou a Fraternidade Rosacruz depois de ter viajado pelo Oriente Médio com o objetivo de aprofundar seus estudos nas artes ocultas. Logo após de fundada a ordem, ele mais seus quatro integrantes de início construíram uma sede chamada “Casa do Espírito Santo”, onde os membros reuniam – se anualmente.
Ninguém sabe ao certo em que ano Chistian Rosenkreutz morreu pois, alguns livros afirmam que ele morreu com a idade madura de 150 anos. No entanto, antes de falecer, ele moldou sua sociedade secreta para que ele continuasse a existir por séculos com o objetivo de “salvar a humanidade” já que segundo eles , esta sociedade tinha o poder de curar. Christian foi sepultado na Casa do Espírito Santo. O artigo afirma que um dos rosacruzes descobriu a tumba em 1604 e encontrou inscrições estranhas e um manuscrito escrito com letras douradas. Sobre a porta da cripta havia uma inscrição, que foi interpretada como : “daqui a 120 anos eu voltarei”.
No interior da cripta, ele encontrou o corpo de Rosenkreutz perfeitamente preservado e vestido por trajeis rosacruzes. A partir da descoberta da cripta, surgiu uma onda de literatura rosacruz por toda a Europa, em 1616 surgiu um livro intitulado de “O Casamento Químico de Christian Rosenkreutz” O livro narra a estória de um casamento em que um dos convidados é morto mas, é trazido a vida por meios alquímicos, um dos personagens principais dos livro é uma misteriosa mulher chamada Virgo Lucifera, o que significa virgem de Lúcifer. O documento mostra a alquimia, que é vital para entender o mal escondido por traz da Maçonaria e das outras sociedades, pois a alquimia seria uma maneira de conseguir a imortalidade física que na verdade é uma paródia blasfema da vida eterna que Jesus Cristo oferece.
Apesar de hoje não existir mais a febre rosacruz, os integrantes modernos afirmam que Michael Maier, Sir Francis Bacon, John Dee, Mozart, Benjamin Franklin, Thomas Jefferson e Isaac Newton eram membros. São evidentes as ligações entre a Maçonaria e os rosacruzes, ambos possuem complicados rituais criado pelos alquimistas com o objativo de que pessoas externas não compreendessem seu verdadeiro significado. Leia essas palavras que aparecem em um poema de 1638 escrito por Henry Adamson, chamado A Trinórdia das Musas:
“Pois somos irmãos da Rosa Cruz / Temos a palavra maçônica e a segunda visão / Coisas que vão
 ocorrer predizemos corretamente.”

Nenhum comentário:

Postar um comentário